Blog da Cidadania

Ilustração: Mateus S. Nogarol

As irmãs da kombi, suas estrelinhas e açúcares em meteoros

Umas das coisas que eu gostava bastante na minha época de escolinha era a visita das freiras. Elas apareciam na porta da sala de aula quase sempre sem aviso prévio, diziam que queriam falar algumas palavras para se assegurar de que suas estrelinhas estavam seguindo corretamente os santos caminhos propostos. Nunca sabíamos muito bem quando elas iriam aparecer, e suas visitas eram sempre esperadas com muito prazer, pois nos livraríamos, mesmo que por alguns minutos, das atividades da tia Edna. Uma delas era grandona, seu hábito parecia sempre lhe apertar o pescoço, ela dirigia uma Kombi branca. Era engraçado ver aquele monte de irmãs se apertando para caber lá dentro. Ela nos chamava de estrelinhas. Uma das coisas de que eu mais gostava em suas visitas era um jogo que ela fazia com a turma antes de ir embora. A …

Leia Mais »
O grande John (Foto André Sarria / Arquivo Pessoal)

O grande John e suas três patas

Minha família tem em casa o grande John, um cachorrinho que quando filhote se assemelhava a um morceguinho. John é uma mistura de alguma coisa com coisa nenhuma: pretinho, pequeno, magrinho e CHATO! E bota chato nisso! Ele tem um latido histérico e uma coragem que ultrapassa seu limite de tamanho, é daqueles pequeninos que impõem respeito, ou pelo menos ele acha isso. Mas nem tudo é maravilha no reino do poderio do grande John. Um dia, durante uma briga com outros dois vira-latas, ele foi atropelado e, infelizmente, os veterinários tiveram que amputar uma de suas patas traseiras. Após algum tempo de recuperação John voltou a ser o velho chato de sempre, e não perdeu sua dignidade por nenhum momento. Bem, alguma ele perdeu. Suas tentativas de fazer xixi num poste definitivamente não parecem nada digno. John sofre muito com …

Leia Mais »
Ilustração: Well Junio, do estúdio Padoca

O que os cachorros de Seu Pedrinho nos ensinam sobre cooperação?

Seu Pedrinho foi alguém que ficou marcado nas minhas memórias de criança. Ele era daquelas pessoas típicas do interior de São Paulo, como as representadas pelo ator Mazzaropi. Não era dado a luxos, vivia com sua família numa modesta casa num sítio em Cajobi. Não sei por que, mas, ainda hoje, sua imagem me vem à cabeça: ele tinha uma voz rouca… falava baixinho… Possuía uma charrete que usava para vender queijos frescos, e a sua chegada era sempre ouvida a quilômetros de distância pelos latidos de seus mais de vinte cachorros que o acompanhavam em todos os lugares aonde ele ia. Seu Pedrinho os adorava e, ao que parecia, o sentimento era recíproco, pois, em todas as vezes que ele se agachava para fazer seu cigarro, todos os seus cães prontamente o cercavam. Eu, aos oito anos, imaginava a …

Leia Mais »
As galinhas e seu grande potencial

As galinhas que limpavam o quintal da casa de minha avó

Minha avó dizia que galinhas são muito boas pra limpar o quintal. “Elas comem de tudo, comem barata, comem aranha, comem escorpião e comem até cobra”. “Se tiver galinha no quintal nem me preocupo em achar um escorpião dentro da minha botina”. “Elas não deixam um nem pra remédio, são bicho abençoado”, dizia ela enquanto torcia o pescoço de um frango que seria feito na janta daquele dia. Galinhas são bem competentes para controlar pragas em quintais. Elas comem insetos e ajudam a manter um controle sobre eles. Mas além de devoradoras elas também têm desempenhando um importante papel no combate ao mosquito transmissor da malária. Pode parecer um pouco estranho mas é exatamente isso que cientistas suecos descobriram e que foi publicada em julho do ano passado na revista científica “Malaria Journal”. A malária é uma das doenças negligenciáveis …

Leia Mais »