Artigos Recentes

Tim Robbins e Benicio Del Toro encabeçam o elenco do filme de Fernando Léon de Aranoa que mostra a perspectiva da guerra dos Balcãs

O que é preciso para ter um dia perfeito?

Um dia perfeito, para a maioria, inclui passear, rir, comer bem, estar com a família e os amigos. Para alguns, porém, é apenas conseguir uma corda para retirar um corpo jogado em um poço e, assim, garantir o abastecimento de água potável de um vilarejo. Baseado no livro “Dejarse llover”, da médica Paula Farias, da ONG Médicos sem Fronteiras, o filme “Um Dia Perfeito” coloca em perspectiva uma guerra recente, a dos Balcãs onde, na passagem dos anos 80 para os 90, vizinhos que até então conviviam muito bem começaram a matar uns aos outros diante dos olhos assombrados do mundo. Com direção do espanhol Fernando Léon de Aranoa, o filme exibido no Festival de Cannes de 2015 conta com um elenco de primeira, com Benicio Del Toro à frente. Seu personagem é um agente humanitário que atua na região …

Leia Mais »
Escritor, roteirista, pensador e professor de cinema da USP e da UnB, Jean-Claude Bernardet interpreta um ex-professor universitário que vira mendigo em "Fome"     Foto: Divulgação

E se o principal pensador de cinema do Brasil virasse mendigo?

Jean-Claude Bernardet completa 80 anos nesta semana (4 de agosto). Sua festa de aniversário é a estreia de “Fome”, dirigido por Cristiano Burlan. Um dos maiores pensadores do cinema do Brasil, escritor, professor de cinema da USP e da UnB e roteirista de muitos filmes importantes da filmografia nacional, tem se aventurado como ator nos últimos anos. E se sai muito bem. Em “Fome”, é “quase ele mesmo”, caso tivesse optado por jogar tudo para cima e ir morar na rua. Pela atuação, recebeu o prêmio especial do júri no Festival de Brasília do ano passado. O filme em preto e branco acompanha as perambulações de um ex-professor universitário que virou mendigo por opção. Com seu carrinho de supermercado cheio de quinquilharias, atravessa São Paulo em sequências desconcertantes. Experimental, transgressor, instigante, “Fome” é um filme para poucos, difícil de assistir, …

Leia Mais »
O filme “Life – Um Retrato de James Dean” conta a história desta foto do ator que viria a ser um dos grandes símbolos de uma época; o ensaio foi feito pelo fotógrafo novato Dennis Stock

Como mudar a história a partir de um retrato de James Dean

Hoje qualquer um tira uma foto com seu telefone, as revistas em papel estão desaparecendo e o cinema luta para sobreviver nas novas plataformas digitais. Mesmo assim, mitos permanecem. Mesmo que forjados por fotografias que atravessam as décadas intocáveis no seu preto e branco poético, impressas em publicações que um dia ajudaram a entender o mundo. Um deles é James Dean, o eterno “rebelde sem causa”, que tem parte de sua breve trajetória contada em “Life – Um Retrato de James Dean”. A prestigiada revista “Life” publicou, dias antes da estreia de “Vidas Amargas”, adaptação de Elia Kazan para o romance de John Steinbeck, em 1955, um ensaio fotográfico daquele que viria a ser um dos grandes símbolos de uma época. O filme conta a história dessas fotos e da batalha do então novato fotógrafo Dennis Stock para conseguir tirá-las. …

Leia Mais »
09_Ventania 34

Palavras perigosas. Quase.

Aos sábados, eles sempre iam à padaria. Eles comiam e bebiam de tudo: omelete, pão quente com manteiga, pão de queijo, rocambole, suco de laranja, vitamina, café com leite… Mas a certa altura da comilança, sem mais nem menos, Gumercindo falou: “Mas Fausto é mentiroso”. Fausto não estava lá, logicamente. Gumercindo logo explicou que depois de certa idade, os quase velhos, como Fausto, eram acostumados a contar muitas histórias. Quase todas verídicas. Quase. Uma parte delas era engraçada. Só que vinham de outros amigos, normalmente bons contadores de história. Mas que não sabiam que suas histórias estavam sendo repetidas pelo sujeito como se fosse dele. Falsidade pura! Os olhares caminhavam pela mesa. Na maior parte deles o sentimento era de desconforto. “Fausto iria saber de tudo”, confidenciava um deles. Uns poucos aprovavam a observação e encontraram enfim quem falasse por …

Leia Mais »
Moda desenvolvida a partir de um processo chamado “upcycling”, que gera zero em resíduos: Coleção de Vicente Perrotta, de Campinas    Foto: Divulgação

Para quando a sua ficha cair

A ficha caiu quando fomos visitar uma estamparia têxtil a convite de um amigo. A ideia era conhecer o lugar e ver algumas sobrinhas de tecidos que a fábrica estava se desfazendo. E lá fomos nós. Naquela manhã, a expectativa era de que iríamos encontrar alguns restinhos de tecido com estampas comuns. Ao contrário disso, encontramos uma pilha grande de tecidos variados com estampas lindas e originais que estava no canto de uma sala. Alguns tecidos eram exclusivos das marcas compradoras e não poderiam ser revendidos, mas outros – a maioria – poderiam ser vendidos em lote, por peso a um custo bem leve. É preciso voltar um pouco para entender o que se passou ali. Na ocasião, estávamos pensando em produzir alguns produtos com estampas exclusivas. Mas, como não tínhamos escala, e por limitações do processo de estamparia, o …

Leia Mais »