Educação

Campinas insiste em brilhar (Foto Martinho Caires)

A Campinas do passado e a cidade que pensa o futuro

Campinas, ou parte dela, amanheceu estarrecida nesta terça-feira, 5 de setembro de 2017, com a decisão da Câmara Municipal, que aprovou em primeira votação o projeto conhecido como o da Escola Sem Partido. Outra votação pode acontecer a partir da próxima semana, sobre o mérito da proposta, que, entre outras medidas, quer impedir os professores de “incentivar os alunos a participarem de manifestações” e de “se aproveitar da audiência cativa dos alunos” para “promoverem seus próprios interesses, opiniões, concepções ou preferências ideológicas”. Claro que se trata de uma ação em sintonia com a onda neoconservadora que vem sendo observada não apenas no país, mas em todo planeta. Uma onda neoconservadora manifesta, explícita, que perdeu o acanhamento de se mostrar, pois …

Leia Mais »
Antonio Candido, brasileiro gentil (Foto Marcos Santos/USP Imagens)

Antonio Candido e o seu legado para Campinas e todo o Brasil

A política e a poesia são demais para o mesmo homem, sentenciou Glauber Rocha em “Terra em Transe”, como uma homenagem a Mário Faustino e sua “Balada” (“Tanta violência, mas tanta ternura”). O doce e crítico, essencialmente crítico Antonio Candido, que nos deixou hoje, 12 de maio de 2017, conseguiu esta proeza para poucos. Era poesia pura mas também política, em seu sentido mais belo, humano e inteligente. E ele deixa um legado imenso para o Brasil todo, além de lições especiais para Campinas, que lhe deve muito. De sólida formação marxista, Candido não se limitou à crítica social panfletária. Pelo contrário, alcançou a simpatia e o respeito generalizados, inclusive entre intelectuais mais à direita, pela sua impressionante gentileza, a profundidade …

Leia Mais »
Questão envolvendo transgênicos é polêmica e deve ser tratada com muita ponderação (Foto Adriano Rosa)

Com transgênicos, Prefeitura e Câmara podem colocar Campinas na contramão da história

Na noite desta segunda-feira, dia 8 de maio de 2017, o polo científico e tecnológico de Campinas pode sofrer um duro golpe, se concretizada a eventual decisão pela liberação de produtos transgênicos na merenda escolar do município. Proposta nesse sentido do governo de Jonas Donizette pode ser aprovada em segundo turno pela Câmara. Se isso ocorrer, Prefeitura e Câmara colocarão Campinas na contramão da história, justamente no momento em que mais e mais países, sobretudo entre os considerados desenvolvidos, decidem pelo banimento ou, no mínimo, severas restrições aos transgênicos. Uma decisão que contraria o Princípio da Precaução, colocando em risco a saúde das crianças. As Universidades e a área de saúde não podem ficar caladas diante desse enorme retrocesso. Lei de 2001, de número …

Leia Mais »
Arte, território da liberdade por excelência, o planeta das crianças (Foto Adriano Rosa)

Educação deveria preparar as pessoas para serem crianças, e não adultos encarcerados

Uma grande discussão no Brasil nos últimos tempos sobre os rumos da Educação no país. Os riscos são cada vez maiores de não termos, nunca, ou em um tempo bem distante, uma Educação de qualidade e democrática, inclusiva e transformadora. Não será o momento, também, de se repensar o sentido da Educação? Será que ela deve continuar sendo uma trajetória única e exclusivamente para a formação de um adulto profissionalizado, com determinada função na sociedade? Diante de tudo o que estamos vendo, diante de um cenário de guerras, intolerância e múltiplas modalidades de violência, de falência de uma ampla gama de ideologias, não será o sistema educacional que está em xeque, em todo planeta? E nesse sentido, será que não é …

Leia Mais »
Este é o  Grupo Escolar Minas Gerais que conheci, hoje Escola "José Soares de Araújo", em homenagem ao meu avô sonhador

Dia do Professor: entre a dignidade de uma profissão e a hipocrisia de uma nação

Dia 15 de outubro. Mais uma vez será lembrado, falado, aclamado, o Dia do Professor. Nada mais justo, nada mais necessário do que valorizar e reconhecer aquele que, segundo muitos discursos, é “o pilar da nação”. Pois justamente por isso entendo que está mais do que na hora de sair do discurso, da hipocrisia, para uma valorização e um reconhecimento de fato e de direito dos professores e, principalmente, das professoras, maioria absoluta nessa categoria sofrida, amada e que merece muito, mas muito mais do que tem recebido nas últimas décadas. Sou filho de professora, sou sobrinho de professoras. Pelas mãos da mamãe Dora e das tias Cida, Lurdes e Nenê passaram gerações de itamogienses. Sou neto de professor. Meu …

Leia Mais »