Artigos Recentes

Moura1-660x330

Comunidades educadoras, chave essencial para o pós-pandemia

Educação é o tema da Campanha da Fraternidade de 2022, que termina nesta semana. Como neto, filho e sobrinho de educadores, este é um dos assuntos que mais me tocam. Muito terá que ser feito, ou melhor, muito mais terá que ser feito pela educação brasileira no pós-pandemia, que foi devastadora para o sistema de ensino e aprendizagem. Mas é possível, sim, recuperar e dar um novo fôlego para o setor. Como consultor do Instituto Arcor Brasil, Fundo Juntos pela Educação, Fundação FEAC, Fundação Educar DPaschoal e Compromisso Campinas pela Educação, tive a oportunidade de conhecer pessoalmente o trabalho de mais de 200 escolas públicas em vários estados brasileiros (e também na Argentina). Foi maravilhoso verificar como, geralmente com poucos …

Leia Mais »
Rio Piracicaba em tempos de estiagem: direito humano à água e saneamento no centro do debate (Foto Adriano Rosa)

Os dez primeiros anos do Consórcio PCJ, no livro 17 com meu nome

A Edição Comemorativa dos anos do Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba e Capivari, de 1999, é o livro 17 com o meu nome. Fiz as entrevistas com os principais personagens da construção do Consórcio PCJ (a bacia do Jundiaí foi agregada depois). Foi um trabalho que gostei muito de fazer, pelos depoimentos colhidos de alguns dos protagonistas da história do Consórcio Intermunicipal das Bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí em sua primeira década de existência. Um livro que considero, então,  histórico. Cinco anos depois eu produzi a revista dos 15 anos do Consórcio. Eu já havia lançado, em 1993, o primeiro livro contando a trajetória de estruturação do Consórcio PCJ, em co-autoria com João Jerônimo Monticeli. Uma …

Leia Mais »
Meirelles, Victor (1832 - 1903)
 	
Primeira Missa no Brasil , 1860
—leo sobre tela
268 x 356 cm
Museu Nacional de Belas Artes (Rio de Janeiro, RJ)
Reprodu‹o fotogr‡fica Lula Rodrigues

A destruição ambiental no Brasil, no livro 16 com meu nome

“História e meio ambiente – O impacto da expansão europeia” é o livro de número 16 com o meu nome. Foi publicado pelo Centro de Estudos de História do Atlântico (CEHA), sediado em Funchal, na Ilha da Madeira. São vários autores e o meu texto “Portugal e a devastação ecológica no Brasil” relata um pouco da trajetória de destruição ambiental após a chegada dos portugueses, em 1500. (A foto em destaque é do famoso quadro A primeira missa no Brasil, de 1860, pintado por Victor Meirelles) Conhecer a Ilha da Madeira foi uma de minhas maiores descobertas. Um lugar deslumbrante em termos naturais, não sendo à toa que é tão procurado pelos turistas. Mas acima de tudo muita história. A …

Leia Mais »
Rio Piracicaba em agosto de 2014: sinal de alerta em toda a região para mudanças climáticas (Foto José Pedro Martins)

História do rio Piracicaba em obra coletiva é o meu livro número 15

“Rio Piracicaba: Vida, Degradação e Renascimento”, lançado em 1998 (IQUAL Editora), é o livro número 15 com o meu nome. O livro reúne textos organizados por Antonio Carlos de Mendes Thame, ex-prefeito de Piracicaba e primeiro presidente do Comitê das Bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. São dois textos meus no livro, contando a história do rio, as diversas fases do processo de degradação (por exemplo, com a entrada em operação do Sistema Cantareira) e as iniciativas pela sua recuperação. Um rio que é a própria alma de uma cidade e que foi fundamental para me inspirar em querer me aprofundar na questão ambiental. Os eventos mais importantes são realizados no próprio rio ou no seu entorno, como a …

Leia Mais »
Em questão o futuro de Campinas (Foto Adriano Rosa)

Uma agenda para a cidadania metropolitana no meu livro 14

“Campinas Ano 2000 – Metrópole, globalização e Terceiro Setor” é o meu livro número 14, lançado em 1998. O livro contém conceitos que desenvolvi em texto com o qual venci o Concurso Nacional de Monografias sobre Câmaras Municipais no Século 21. O concurso foi promovido naquele ano pela Câmara Municipal de Salvador, em comemoração aos 450 anos de sua instalação e de fundação da capital baiana, a primeira capital brasileira. O livro mostra o processo de construção da região metropolitana de Campinas, que seria oficializada somente dois anos depois, em 2000. E destaca os desafios para a metropolização no contexto da globalização. Algumas pistas, para uma metropolização cidadã, são apontadas no livro, como: ética da solidariedade, acima do individualismo; fortalecimento …

Leia Mais »