meio ambiente

A seca que devasta o Nordeste há seis anos não aparece na programação oficial do Fórum em Campinas (Foto Adriano Rosa)

Fórum em Campinas marginaliza maiores desafios ambientais no Brasil e agenda planetária

Entre 10 e 12 de julho Campinas sedia o Fórum Brasil de Gestão Ambiental, que vem sendo apresentado pela Prefeitura Municipal como “o maior evento ambiental do pais em 2017”. A realização é da Frente Nacional de Prefeitos, presidida pelo prefeito Jonas Donizette, e pela ANAMMA, presidida pelo secretário municipal do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Rogério Menezes. A programação oficial, divulgada no site do evento e que reúne atividades muito interessantes, com a participação de profissionais e organizações sérias, mostra entretanto que alguns dos maiores desafios ambientais em curso no Brasil serão marginalizados, como o uso intensivo de agrotóxicos, o avanço dos organismos geneticamente modificados (OGMs), a escalada da devastação na Amazônia e a seca que devasta o …

Leia Mais »
Rio Atibaia, em Sousas, um dos pontos críticos em discussão no novo Plano Diretor de Campinas (Foto José Pedro Martins)

Campinas sedia Congresso Nacional de Saneamento em momento de riscos para o meio ambiente local

Começa nesta segunda-feira, dia 19 de junho, e vai até quinta, dia 22, no Centro de Convenções do Expo D.Pedro, o 47º Congresso Nacional de Saneamento, promovido pela ASSEMAE – Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento. Importante evento e honra para Campinas, que está perto de atingir a marca relevante de ser a primeira cidade com mais de 500 mil habitantes a ter 100% de capacidade instalada de tratamento de esgoto urbano. Menos de metade do esgoto urbano no país recebe tratamento devido, com grande impacto para os rios. Mas é preciso salientar que justamente nesse momento há sérios riscos para o meio ambiente em Campinas, se aprovada na íntegra a proposta da Prefeitura para o novo Plano Diretor Estratégico …

Leia Mais »
Questão envolvendo transgênicos é polêmica e deve ser tratada com muita ponderação (Foto Adriano Rosa)

Com transgênicos, Prefeitura e Câmara podem colocar Campinas na contramão da história

Na noite desta segunda-feira, dia 8 de maio de 2017, o polo científico e tecnológico de Campinas pode sofrer um duro golpe, se concretizada a eventual decisão pela liberação de produtos transgênicos na merenda escolar do município. Proposta nesse sentido do governo de Jonas Donizette pode ser aprovada em segundo turno pela Câmara. Se isso ocorrer, Prefeitura e Câmara colocarão Campinas na contramão da história, justamente no momento em que mais e mais países, sobretudo entre os considerados desenvolvidos, decidem pelo banimento ou, no mínimo, severas restrições aos transgênicos. Uma decisão que contraria o Princípio da Precaução, colocando em risco a saúde das crianças. As Universidades e a área de saúde não podem ficar caladas diante desse enorme retrocesso. Lei de 2001, de número …

Leia Mais »
Atibaia seco em 2014: rios e matas da APA de Campinas demandam atenção permanente (Foto Adriano Rosa)

Da febre amarela à cólera dos rios: lições de 1889 para a Campinas de 2017

No livro “Campinas do Matto Grosso: Da febre amarela à cólera dos rios”, de 1997, comentei o impacto da epidemia que por pouco não devastou a cidade no final do século 19, no auge da riqueza proporcionada pelo Ciclo do Café e em plena euforia do movimento republicano. Agora, 2017, que a febre amarela volta a assustar a metrópole que é polo industrial, científico e tecnológico, é importante resgatar as lições daquela tragédia, que teve seu auge em 1889 mas durou até 1897, um ano depois da morte do ícone local, Antônio Carlos Gomes. Tratei do mesmo tema em outros livros, como “Câmara em Foco: Os 200 anos do Poder Legislativo em Campinas” e “Campinas, Imagens da História” (Editora Komedi), de 2007. São …

Leia Mais »
Brasília vai sediar o polêmico Fórum Mundial da Água (Foto Adriano Rosa)

Pressão pela privatização do saneamento avança, um ano antes do Fórum Mundial da Água

Projetos de privatização da transposição do São Francisco e da Cedae, no Rio de Janeiro. Venda de terras – e, com elas, nascentes de água – a estrangeiros. Compra de 70% da Odebrecht Ambiental (que controla vários serviços municipais de saneamento no Brasil, como o de Sumaré) pela canadense Brookfield. São vários os passos apontando para uma ofensiva pela privatização da água e do saneamento no país. Isto, a pouco mais de um ano do Fórum Mundial da Água que, em sua oitava edição, será realizado em Brasília, em março de 2018. O Fórum é promovido pelo Conselho Mundial da Água, organização criada com apoio de grandes corporações do setor e que já foi muito refratário a considerar a água potável e saneamento …

Leia Mais »