Artigos Recentes

Campinas, 20 de junho de 2013: movimento de três anos atrás foi um aviso (Foto Adriano Rosa)

O absurdo golpe contra a EBC e a TV Brasil

Já vimos muitos absurdos ocorridos durante as primeiras semanas do governo interino, mas um dos maiores deles, com escassa – por obviedade – repercussão na mídia é a notícia de reformatação da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e provável extinção da TV Brasil. É óbvia a reduzida repercussão na grande mídia porque não interessa aos grandes grupos de comunicação a consolidação de um sistema público de informação e difusão no país. De fato, não é nova a resistência de parcela poderosa da sociedade brasileira à construção e ao fortalecimento de um sistema público de comunicação no país, e particularmente nos campos da radiodifusão e televisão. A gênese dessa resistência está na própria concepção sobre o Estado brasileiro, desde a sua origem fortemente …

Leia Mais »
Manifestação no centro de Campinas, em 20 de junho de 2013: oportunidade histórica para o Brasil foi perdida (Foto Adriano Rosa)

Há três anos, o Brasil que poderia ser muito melhor hoje

Há três anos, entre 13 e 20 de junho, o Brasil esteve perto de viver uma importante transformação. Milhões de pessoas nas ruas, inicialmente motivadas pela ação de jovens estudantes que queriam a redução do valor de passagens de ônibus. Aos poucos o movimento assumiu outra configuração, com a coalizão de vários grupos, de diversas agendas, mas tudo por um país melhor, de fato democrático, justo e implacável contra a intolerância, a homofobia, o machismo e outras modalidades de violência que insistem em nos ferir. No meio do tumulto, em uma conversa com colega, fazendo compras em supermercado, chegamos à conclusão de que a chamada classe política deveria estar muito atenta ao que diziam as ruas e praças tomadas. Do contrário… …

Leia Mais »
Árvore arrancada do chão mostra a força dos ventos na madrugada de 5 de junho: Campinas precisa aprimorar cada vez mais adaptação a mudanças climáticas (Foto José Pedro Martins)

Campinas esteve perto da tragédia no Dia Mundial do Meio Ambiente

Por pouco Campinas não viveu uma tragédia neste domingo, quando mais uma vez foi lembrado o Dia Mundial do Meio Ambiente. Uma forte tempestade, inicialmente caracterizada como tornado e depois como “microexplosões” pelos meteorologistas, provocou pânico e destruição, com quedas de árvore e postes, destelhamentos, corte de energia e muitos outros danos. O evento apenas não resultou em catástrofe, com a perda de vidas humanas, pelo horário em que aconteceu, entre últimas horas do dia 4 e primeiras do dia 5. Mas o episódio deixa muitas lições. Uma delas é a de que as áreas metropolitanas, como a de Campinas, devem aprimorar sua preparação para eventos climáticos extremos, que tudo indica vão ocorrer com maior intensidade. O Painel Intergovernamental de Mudanças …

Leia Mais »
Pantanal, bioma relativamente preservado no Brasil e que merece atenção permanente da sociedade (Foto José Pedro Martins)

Mais um Dia Mundial do Meio Ambiente de denúncias e alguma esperança

No próximo domingo, 5 de junho, será lembrado mais um Dia Mundial do Meio Ambiente e novamente a data será marcada por ações e declarações transitando entre as denúncias de agravamento da situação planetária e algumas esperanças provocadas por iniciativas de grupos e indivíduos, marcadamente de ecologistas, cientistas e outros grupos da sociedade civil. Um resumo do panorama global foi verificado na semana passada, na segunda Assembleia Geral do Meio Ambiente das Nações Unidas, realizada em Nairóbi, no Quênia, e que mereceu escassa cobertura da imprensa internacional. Participaram representantes de 174 países, sendo 120 na esfera de ministros do meio ambiente. O principal tema da assembleia era a atuação das estruturas e sistemas oficiais de meio ambiente em relação aos Objetivos de …

Leia Mais »
Uma cidade desenhada pelas crianças, um belo e urgente projeto (Foto José Pedro Martins)

E se as crianças governassem

Um amigo me fala da dificuldade em explicar a crise brasileira, a agonia nossa de cada dia, para suas filhas. Imagino esse dilema multiplicado por milhões. Então faço a proposta: e se invertêssemos a ordem das coisas, se déssemos às crianças o governo? O bom é que já existem experiências maravilhosas assim em vários cantos do planeta e em uma cidade da Argentina em especial. A cidade é Rosário. Mas antes de irmos a Rosário precisamos viajar a Fano, na Itália, terra de Francesco Tonucci. Ele é provavelmente o principal pensador e impulsionador da ideia de uma “Cidade das Crianças”. Tonucci lembra que durante muito tempo a floresta, a mata, foi sinônimo de desconhecido e perigoso. A cidade, ao contrário, …

Leia Mais »