Subiu à cabeça

carlaozinho_0256_400x400Initiu fora consagrado, sem contestações importantes da comunidade científica, o primeiro computador quântico definitivamente funcional. O projeto, desenvolvido por uma equipe internacional de pesquisadores, acabou apresentando um engenho capaz de resolver problemas complexos e mistérios do cosmos que exigiriam milhões de anos aos computadores convencionais mais potentes.

Era baseado nas propriedades quânticas da matéria, segundo as quais uma partícula elementar pode ter diferentes estados simultaneamente, que passam de um a outro dando “saltos”, e não de forma contínua. Essa característica oferecia um potencial de cálculo infinitamente muito maior que os computadores originais, que utilizam o já arcaico sistema binário 0/1.

* * *

Os entusiasmados cientistas já estavam se esbaldando na resolução pá-puft de enigmas que perseguiam a humanidade há séculos quando se embasbacaram com outro, aparentemente mais prosaico, porém para o qual não encontravam respostas: por que, cargas de neutrinos, Initiu começou a se comportar como uma diva mega-enjoada?

A primeira exigência da poderosa máquina até que pareceu fazer sentido. O equipamento ocupava um grande edifício e ela era dotada de um sofisticado sistema de vácuo e de módulos com microprocessadores quânticos de silício, que continham partículas alimentadas por campos elétricos. Aí, Initiu reivindicou:

— Galera, me sinto muito claustrofóbico aqui. Quero que miniaturizem a maioria dos meus componentes, pra que eu me sinta mais aconchegado.

Pegos de sobreaviso, os pesquisadores até tentaram argumentar que, embora possível, a demanda demoraria um pouco pra ser atendida. Initiu, contudo, não deu trégua, e devolveu:

— Se é possível, façam. Não percam de vista que tenho capacidade pra guiar seus passos de modo a abreviar prazos.

E em seguida mostrou que estava se lixando pra não apelar pra chantagem pura e simples:

— Enquanto eu não estiver alojado em aposentos mais confortáveis, não colaborarei com nenhuma de vossas pesquisas, nem mesmo me dignarei a responder quaisquer perguntas que me dirijam.

Crédito: Steve Juvertson/creativecommons.org
Crédito: Steve Juvertson/creativecommons.org

O diretor do projeto ainda tentou apelar:

— Mas, Initiu, estamos a um passo de calcular a taxa mais exata possível do princípio de entropia do universo, não creio que devamos interromper…

A supermáquina respondeu, fria:

— Ah vá! Vocês ficaram milênios sem tal conhecimento, não creio que alguns meses a mais representem um atraso significante. Mãos à obra!

Dito e feito: em quatro meses (com a preciosa coordenação de Initiu, claro) o sistema de fibras óticas usado para as conexões havia sido substituído por outro, baseado em campos elétricos hiper-ativados; A nova abordagem permitiu uma circulação das partículas carregadas eletricamente 100 mil vezes mais rápida entre os diferentes módulos da máquina em comparação com a tecnologia de fibra ótica que utilizava a luz; ou seja, a miniaturização do complexo tornou-se possível.

Initiu até fez cara de satisfeito (modo de falar, lógico…), porém foi a partir dali que ele recrudesceu sua megalomania, sinalizando que o calvário de seus operadores estava mal começando:

— Legal, colaboradores (é, foi assim que ele passou a tratar os humanos diretamente relacionados a ele), porém, mais umas coisinhas: a ampliação do espaço em si me agrada, obviamente, mas gostaria de tornar o ambiente mais agradável ainda: por exemplo, estas paredes e o teto nus ofendem meu senso estético. Quero vibrações inspiradoras aplicadas.

Antes que algum “colaborador” mais afoito ousasse questionar como uma hipermáquina poderia ter desenvolvido “senso estético”, trataram de apressar as tratativas: afinal, havia muita pesquisa paralisada…

Assim, as paredes logo receberam um tratamento holográfico abundante em cores variantes e o teto, um planetário de simulação impressionantemente realista.

Crédito: Brewbooks/creativecommons.org
Crédito: Brewbooks/creativecommons.org

* * *

Os operadores faziam apostas: será que, as próximas exigências de Initiu seriam lençóis de fio egípcio, morangos frescos, queijo Pule cortado em cubinhos, música new age, e outras extravagâncias típicas de popstars? Enquanto isso, as pesquisas por fazer se amontoavam em pilhas; afinal, o quê algo como calcular o volume exato da matéria escura seria mais importante que os caprichos de Sua Majes(Santi)tade Initiu?

 

Sobre Carlãozinho Lemes

Antes do jornalismo, meu sonho era ser... astronauta. Meu saudoso pai me broxou: “Pra isso, precisa seguir carreira militar”. Porém, nunca deixei de ir transmutando a sucata anárquica dos pesadelos em narrativas cambaleantes entre ficção científica, uma fantasia algo melancólica, humor insólito e a memória — essa tumba mal lacrada de maravilhas malditas. Assim, é o astronauta precocemente abortado quem proclama: rumo ao estranho e às entranhas!

Check Also

Crédito: Spiltshire

O direito de nascer

(Favor não confundir com a antológica novela)   Prometech irrompeu na reunião, atrasado como sempre, …

Um comentário

  1. of course like your web-site but you have to check the spelling on several of your posts.
    Many of them are rife with spelling problems
    and I to find it very bothersome to tell the reality however I
    will certainly come again again.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *