Falação

Cacalo FernandesAtendi ao telefone. Quem falava era uma moça muito educada. Feita a apresentação, de repente ela desatou a falar numa velocidade estonteante. Pensei: o que houve com aquela moça tão doce e suave que começara a falar agora como locutora de corrida de cavalo?

Enquanto a falação seguia, lembrei-me que havia colocado a água do café para esquentar. Tentei explicar a situação. Mas ela não me escutou e foi adiante emendando as palavras sem pausa. E eu não sabia ainda nem qual era o assunto.

Cacalo_02_693777214

Fui verificar a temperatura da água e deixei que ela conversasse um pouco com o telefone. Voltei. Ela continuava a falar como se nada tivesse acontecido. Tossi. Ela continuou o discurso. Tossi de novo – uma, duas, três, quatro vezes. E ela não dava sinal de que alguma coisa estaria ocorrendo. Comecei a achar esquisito.

Larguei mais um pouquinho o telefone. Fui escrever alguns trechos de uma crônica que ficara de mandar ainda hoje para um amigo. Notei o quanto aquela conversa havia atrapalhado meu dia. Mas consegui escrever o texto a tempo e enviei para o amigo.

Ao voltar para a sala, notei que o telefone estava ainda ligado. Pior: ela continuava a tagarelar. Já não tinha a voz tão bonita assim.  Olhei para o relógio. Estava completando agora três horas desde que ela ligara. Então fui dar cabo daquela história.

Cacalo_producao-de-cafe

Desliguei o telefone bem devagar, deixei depois fora do ganho e fui tomar um gole de café. Mas logo pensei que outro alguém poderia ligar. E fiquei olhando para aquele treco que falava.

Olhei bem pra ele. Aquele negócio estava me enchendo.

– Cala essa boca!

Resolvi deixar o telefone calado por alguns dias. Quando fui finalmente ligar o aparelho, pensei bem. Dá que aquela moça ligue de novo.

Deixei o falante desligado por tempo indeterminado.

Cacalo_03_bad-idea-talk

Sobre Cacalo Fernandes

Ser paulistano foi o início de uma história de quem certo dia decidiu ser um escrevinhador. Mas quando a calça deixou de ser curta, lá no início, ajudou a construir esse lado que um dia pareceu esquisito. E hoje acho que não poderia ser outro.

Check Also

Cacalo_Cavalo e praia 01

Desentendimento com o arame farpado

Alonso Luiz era um primo de terceiro grau. E era filho único e bem gordo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *