Artigos Recentes

O risco nuclear é global, mas o acidente com o Césio em Goiânia lembra que o perigo pode estar bem próximo (Foto rabedirkwennigsen CREATIVECOMMONS)

O brilho da morte

Penso que não exista mais nada a ser dito sobre o terrível acidente radioativo acontecido em Goiânia, que irá completar 30 anos neste mês de setembro. São dezenas de livros, artigos, revistas, documentários e filmes narrando e descrevendo em detalhes tudo o que ocorreu. O material é amplo, e em alguns minutos na frente de um computador já é possível saber tudo que aconteceu naquele fatídico domingo de 1987. Qualquer coisa que eu escrever aqui será tão e somente baseado em amplo material disponível a todos. A meu ver, é muito importante manter este tema aquecido na mente das pessoas e torná-lo um incômodo para aqueles que o desconhecem. Quando o acidente aconteceu, eu me lembro de ter sentido certa dose de empolgação das pessoas ali: meu mundo infantil de faz de conta estava repleto de heróis, naves galácticas e …

Leia Mais »
Crédito: Spilt shire

Os vampirim: garotos mais do que perdidos

Petrônio Prosinha era um caça-talentos e, principalmente, um homem do seu tempo. Anos atrás, buscou um cinema no shopping e até encarou uma sessão dupla da saga blockbuster Crepúsculo só pra se convencer de vez: os vampiros voltaram à moda. Mas atenção: junto à galera teen in (tinim? Hum…). O que significava: fora o velho e embolorado Drácula, com seu capote cheirando a naftalina, e sinal verde para os garotões com barriga de tanquinho e cheios de amor emo pra dar. Com o fenômeno mercadológico bem caracterizado, restava agora a Pretrônio partir pro trabalho de campo. Imagina se aquela cidadona não teria sua parcela de vampirinhos gostosinhos pra ofertar ao sedento altar de Hollywood! Pelo sempre eficiente — e mais do que barato — boca a boca, fez chegar aos grotões e gretas da metrópole a notícia de que estava …

Leia Mais »
Uma experiência de produção de alimentos na África (Foto André Sarria)

De que maneira plantas vivendo em harmonia estão melhorando a produção de alimentos na África

Estimativas dizem que em 2050 o número de habitantes no mundo será de cerca de 10 bilhões de pessoas, de acordo com a FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) e para alimentar todos estes habitantes do planeta será necessário aumentar a produção global em até 70%. Entretanto, este aumento não deverá ultrapassar a expansão das áreas de cultivo, do contrário teremos uma crise ambiental e territorial sem tamanho. Produzir mais alimentos em pouco espaço será um grande desafio que teremos de enfrentar nas próximas gerações. Alinhado a tudo isso, temos muitos outros desafios como as mudanças climáticas, a distribuição ineficiente de alimentos e solos pobres e inférteis. Meu trabalho me permite conhecer muito sobre como pequenos fazendeiros ao redor do mundo produzem alimentos; como controlam pragas; o que fazem para aumentar a produção; como plantam, colhem e …

Leia Mais »
"Bingo - O Rei das Manhãs", um filme que surpreende (Foto Divulgação)

E o palhaço o que é? Drogado, frustrado e exagerado em “Bingo – O Rei das Manhãs”

Uma panorâmica pelo Centro de São Paulo não deixa dúvidas. Estamos de volta à década de 1980 e o Mappin se destaca no cenário. Parece que foi ontem quando as manhãs do SBT eram animadas pelo Bozo, um palhaço cuja franquia importada dos EUA conseguiu derrubar a audiência do Xou da Xuxa zoando com as crianças pra valer. A máscara do palhaço foi usada por 12 atores diferentes em dez anos, mas quem entrou para a história foi Arlindo Barreto. E não da melhor maneira. Em sua estreia na direção, Daniel Rezende, mais conhecido como editor do já lendário “Cidade de Deus”, leva para as telas a polêmica trajetória de Arlindo Barreto em “Bingo – O Rei das Manhãs”. Rezende, que tem 42 anos e, na infância, foi ao programa do Bozo, preferiu fazer um filme “inspirado” em fatos reais. …

Leia Mais »
Crédito: Daniel Jagger Segundos/creativecommons.org

Luzes, câmeras e… que baita confusão!

Uma última do bom Portuga e Lud Vic, o publicitário inspirado… Levou um bom tempo para que o bom Portuga e Lud Vic, o publicitário inspirado, se reconciliassem, após o incidente da “deliciosa rabadinha”. Quando Lud Vic finalmente voltou a adentrar o boteco, foi com o projeto mais visionário de todos: produzir um comercial para entronizar o bar do Portuga definitivamente no mapa dos points in da cidade. “Veja, seu Portuga, o seu estabelecimento já é bem frequentado na noite… estudantes, artistas, jornalistas… imagina então quando a gente veicular o comercial em todas as emissoras de TV da região… vai bombar legal, seu Portuga!” Por um desses mistérios que levamos para o túmulo sem solução, o bom Portuga sempre acabava caindo na lábia de Lud Vic, por mais que o tivesse na conta dos “maiores-tranqueiras-que-cá-esquentam-o-traseiro-e-a-goela”, como se referia a ele. …

Leia Mais »