Artigos Recentes

Blog Dani aquarius-sonia braga

Depois de uma sessão de “Aquarius”, nada a temer

A fila já indicava que aquela não seria uma sessão de cinema trivial. No final da tarde de domingo, em frente ao Cine Odeon, um dos poucos cinemas de rua ainda em atividade no Brasil, muitos dos que esperavam para conferir “Aquarius”, segundo filme do pernambucano Kleber Mendonça Filho, tinham começado o domingo acompanhando os protestos contra os rumos políticos do Brasil, na rua ou nas redes sociais, já que as TVs pouco mostraram. “Aquarius”, por uma feliz – ou infeliz? – coincidência, começou sua carreira na telona com um ato político inesperado no tapete vermelho do Festival de Cannes. Na première, os cartazes levados por diretor e elenco chamaram tanto a atenção quanto as qualidades do filme. E elas são muitas. Depois, ao entrar em cartaz, na quinta-feira passada (1º de setembro), outra coincidência: “Aquarius” chegava aos cinemas justamente …

Leia Mais »
Kristen Stewart com figurino e joias Chanel em novo filme de Woody Allen, “Café Society”, em cartaz nos cinemas     Fotos: Divulgação

Novo Woody Allen é “a vida é uma comédia escrita por um autor sádico”

Aos 80 anos, Woody Allen mantém o frescor e supera a si mesmo em “Café Society”, filme que abriu o Festival de Cannes deste ano e, agora, chega ao circuito. É o melhor Woody Allen da nova safra? Difícil competir com “Meia-noite em Paris”, outro belíssimo filme, e não menos divertido. Ambos retratam tempos de glórias recheados de clichês de um passado recente que se tornou referência. Desta vez, ao invés dos efervescentes anos 20 parisienses, o foco está no glamour da Hollywood dos anos 30. A diferença é que “Café Society” é um filme ainda mais romântico, com um desfecho de cortar o coração, apesar de toda a fina ironia. Recentemente alguém disse que “um Woody Allen médio é um filme bom e um Woody Allen bom é um filme incrível”. Pois o que dizer de “Café Society”, que …

Leia Mais »
Laurie Anderson com Lollabelle, sua terrier que inspira “Coração de Cachorro”    Crédito foto: Sophie Calle. Courtesy of Abramorama.

O sentido da vida e da morte segundo Laurie Anderson

Sentir tristeza, mas não ficar triste. Sentir necessidade de seguir adiante, apesar das perdas, das despedidas, dos medos e daquela velha questão de para onde se vai depois da morte são temas que dominam o melancólico e surpreendente “Coração de Cachorro” (Heart of a Dog), filme experimental da artista performática, compositora, roqueira, escritora e cineasta Laurie Anderson. É um filme difícil de ser classificado, apesar de figurar na categoria documentário. Mas é muito mais. Laurie Anderson herdou uma cachorrinha terrier de um casal que estava se separando. Lollabelle a acompanhou por toda uma vida e morreu em 2011. Dois anos depois, em 2013, a artista perderia seu companheiro de duas décadas, Lou Reed. “Coração de Cachorro” poderia ser a dor da viúva. Mas não é. Narrado pela própria artista, o filme reúne animação, efeitos visuais, imagens em 8mm e muita …

Leia Mais »
fatima 12_Cacalo

As bolas coloridas diziam tudo

Eu conhecia Dona Nena só de vista. Ela era a dona do circo. De origem italiana, ela não era muito boa de papo, o que era estranho. Não sei o momento em que ela falava. Mas Dona Nena devia exprimir-se em algum momento, tenho certeza. Mas eu conhecia o Bigorrilho, e isso me bastava. Ele é quem cuidava de Fátima, aquela elefanta fantástica que ficava no campo de futebol do Libertad, atrás de minha casa. E ele me permitia observar os animais do circo um pouco mais cara a cara. E Fátima, acredito, ficara minha grande amiga por isso. Amicíssima. Do meu quarto, aos fundos do campo, a primeira coisa que fazia no dia era escancarar a janela e olhar a Fátima. Ela era linda mesmo. Além disso, pela primeira vez, eu me senti mais importante que meus primos da …

Leia Mais »
Fatah e sua vaca Jacqueline vivem situações que expõem o choque de realidade de quem vive e sobrevive bem longe do padrão europeu   Fotos: Divulgação

O mundo é só bondade em “A Incrível Jornada de Jacqueline”

As apresentações para a imprensa dos filmes que vão chegar aos cinemas geralmente são feitas de manhã, nas chamadas “cabines”. Há filmes que, de tão cativantes, provocam um “choque de realidade” quando voltamos à rua, aos semáforos que não abrem, aos carros que buzinam, aos nossos medos e angústias de cada dia. Como não querer continuar no universo de “A Incrível Jornada de Jacqueline”? Numa minúscula aldeia em uma árida região da Argélia vive Fatah (Fatsah Bouyahmed), que divide seu tempo entre cuidar de sua horta, de sua família e de sua vaca Jacqueline, não necessariamente nessa ordem. Seu sonho é participar de uma feira de agricultura na França, mas sua inscrição nunca foi aceita. Até que um dia… Em tom de fábula, “A Vaca”, que por motivos óbvios virou “A Incrível Jornada de Jacqueline” no Brasil já que, por aqui, “vaca” é pejorativo, apesar de toda a …

Leia Mais »